CURIOSIDADES

Novo estudo afirma 

que meteorito

extinguiu dinos

  Aconteceu há 65 milhões de anos. A explosão pode ser ouvida ao longe. A pedra veio do espaço, passou pela atmosfera (o atrito provocou chamas e fumaça) e entrou no mar onde hoje é a Península de Yucatán, no México,  gerando uma grande onda. Bateu então no fundo do oceano e abriu uma cratera gigante, uma das maiores de que se tem notícia, batizada Chicxulub. 

 Enquanto a onda (tsunami) subiu e se espalhou pelo planeta, sedimentos (pequenos pedaços de pedra e terra e o que mais estava na frente) eram sugados para dentro da cratera acumulando-se nas rochas.

 As florestas foram tomadas pelo fogo, e o céu escureceu. O ar ficou tão carregado de enxofre que os raios do Sol não conseguiram aquecer a superfície da Terra.

 A mudança climática foi sentida por todos os seres vivos, entre eles os dinossauros, que não resistiram e morreram. Assim como 75% de todos os seres que viviam então, a maioria deles aquáticos.

 Ninguém pode afirmar que aconteceu exatamente assim, mas, pelo que os cientistas já descobriram até agora, pode-se dizer que o impacto do meteorito que extinguiu os dinos foi muito parecido com isso.

Novo estudo

 Você, que é um jovem curioso, já deve ter ouvido pelo menos uma teoria sobre o que teria causado a extinção dos dinossauros, não é verdade? Entre as várias hipóteses, a dos efeitos causados pelo impacto de um meteorito no Golfo do México acaba de ganhar muito pontos no mundo científico.

 Um novo estudo, publicado em setembro de 2019 pela Universidade do Texas, nos Estados Unidos, reúne informações que podem ajudar a comprovar o acontecimento.

 Sean Gulick, responsável pela investigação, e sua equipe analisaram amostras das rochas que ficam bem no centro da cratera Chicxulub. Um estudo deste tipo é como uma viagem no tempo.

 As pedras e as camadas de sedimentos sobre as rochas analisadas em laboratório são capazes de revelar para os cientistas o que aconteceu pelo menos durante as 24 horas depois que o meteorito se chocou contra a Terra. 

 Combinando as informações novas, e considerando todos os estudos já realizados na região, a equipe do professor Gulick chegou à conclusão de que foi mesmo o impacto de um meteorito que provocou a extinção dos dinossauros. E não foi qualquer impacto. Se fosse medido hoje, equivaleria ao efeito de dezenas de bombas atômicas sendo detonadas ao mesmo tempo.

https://www.nationalgeographicbrasil.com

https://www.nationalgeographic,com

EXPLORE!

Asteroide é um corpo rochoso ou metálico que está em órbita no espaço.

Meteoritos são fragmentos sólidos (que podem ter se originado de um asteroide) que entram na atmosfera da Terra e atingem a superfície.